Quando o mau se justifica

Pois é. Apesar de tudo, acontece que por vezes o mau até emparelha bem com o bom ou mesmo o genial.

Há poucas razões para que se pense que a parelha é exequível, e andamos todos tão fartos de ler coisas más, que se vai tornando legítimo simplesmente ignorar o que é mau logo à partida. Mas de vez em quando, certas pérolas tocam-nos, como este pequeno vídeo, que devo ao blogue 2 dedos de conversa.

Mas por regra vou continuar a afastar-me da má escrita como o diabo da cruz. Ou tentar, apesar de ser impossível.

*sigh*

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s